Edições anteriores

  • Tema Livre
    v. 1 n. 01 (2023)

  • Dossiê - INTERCULTURALIDADE, EDUCAÇÃO E MÍDIAS DIGITAIS: AMÉRICA LATINA E ÁFRICA EM PAUTA
    v. 1 n. 2 (2023)

    Organizadora e organizadores

    Dr.ª Raquel Alves de Carvalho (UFGD-PPGET-Brasil)

    Dr. Alfredo Rajo Serventich (UIIM-México)

    Dr. Daniel Valério Martins (IFGOIANO-PPGENEB-Brasil)

    Ao entendemos que a Interculturalidade resulta das interações entre as culturas envolvidas, ela também pode ser compreendida como uma ferramenta utilizada na busca do desenvolvimento local e comunitário e, simultaneamente, caminhar junto da formação de profissionais, os quais serão responsáveis por propagar o ativismo – indígena, camponês, quilombola e/ou africano – na conscientização da comunidade. Diante esse apontamento inicial, o presente Dossiê Temático procura abrir espaço para receber estudos que abordam análises dos processos interculturais por meio da educação, assim como por meio da História e historiografia. Buscamos, ainda, reunir estudos que dão ênfase às experiências indígenas/indigenistas e africanas/africanistas, assim como, estudos que versem sobre as experiências de sujeitos do campo como, por exemplo, ribeirinhos, camponeses e quilombolas. Também buscaremos dialogar com estudos que se dedicam aos processos socioautonômicos dos povos originários como, também, dos processos migratórios no espaço latino-americano e africano. E, como vivemos os efeitos da sociedade midiatizada, também receberemos estudos dedicados aos impactos socioculturais e políticos da internet na sociedade latino-americana e africana. Assim, a ideia central do dossiê é a de difundir estudos realizados e a produção científica desses sujeitos com o propósito de mostrar o processo de Interculturalidade em casos práticos e/ou teóricos.

  • DOSSIÊ: AUTENTICIDADE DOS ARQUIVOS DIGITAIS EM PESQUISAS HISTÓRICAS
    v. 1 n. 03 (2023)

    Organizadora e organizadores

    Prof.ª Dr.ª Viviane Barros Maciel (UFJ)

    Porf. Dr. Jorge Brandão Pereira (IPCA)

    Prof. Me.  Jonathan Machado Domingues (Unifesp)

    Prof. Me. Luiz Gustavo Martins (UFOP).

    O dossiê tem como principal objetivo apresentar estudos e pesquisas que utilizam arquivos digitais como fonte documental, considerando os processos de autenticidade neles presentes. Além disso, também objetiva pensar os acervos digitais e discutir, especialmente, sobre a profissão da comunidade historiadora e sua identidade com o registro de memória. Portanto, a ideia central é provocar o debate sobre a temática entre pesquisadores das Ciências Humanas e Sociais Aplicadas (Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia, entre outros), instigando a difusão de informações quanto à autenticidade de arquivos digitais em produções científicas. Para este dossiê, a revista também aceita pesquisas e relatos de experiências arquivistas voltadas para o design digital, para a elaboração de softwares e programação dedicadas à otimização e disponibilização de dados.